Um roteiro cinematográfico dos filmes do Oscar 2020

Parte 1
Confira uma parte dos lugares incríveis onde foram rodados os filmes indicados para concorrer ao maior prêmio do cinema. Um roteiro imperdível para você explorar com seus clientes nas próximas férias.

 

O evento do Oscar de 2020 foi realizado em 9 de fevereiro, mas está na nossa memória até agora. Para seus clientes sentirem de perto as emoções de cada filmagem, elaboramos um roteiro incrível. Siga-nos!

Um duelo nas pistas em uma cidade cheia de charme

O filme “Ford vs Ferrari” retrata a rivalidade histórica do automobilismo. O pano de fundo são as 24 Horas de Le Mans. O enredo mostra como os norte-americanos elaboraram um projeto para quebrar o domínio dos italianos nas pistas. Prato cheio para quem gosta de velocidade. Paralelo ao filme está a cidadezinha de Le Mans, na França, às margens do rio de Sarthe. As ruas são de paralelepípedos e as casas de pedra, uma herança da arquitetura do século 11. O forte da região são os lindos jardins, a catedral, o museu 24 horas de Le Mans e o museu de Tesse.

 

Um irlandês e um palhaço em Nova York

Robert de Niro interpreta Frank Sheeran, um veterano de guerra cheio de condecorações, que é caminhoneiro e assassino de aluguel número um da máfia. Ele se torna o principal suspeito pelo desaparecimento de um famoso ex-presidente sindical. Essa é a história do “Irlandês”, rodado em mais de 300 lugares, sendo a maioria em Nova York, no bairro do Bronx.
O lugar é o mesmo de “Coringa”, vencedor do Oscar de melhor ator para Joaquin Phoenix. A história conta a origem do vilão perturbado que enfrenta o super-herói Batman em muitas aventuras.
Nessa parada, a sugestão é explorar a escadaria na West 167th Street, no Bronx, que virou um ponto turístico graças à icônica cena do Coringa, dançando nos degraus. Depois, vale passear pelo bairro e conhecer os principais pontos turísticos: o New York Botanical Garden; o Bay Plaza Shopping Center, o maior de Nova York; o The Bronx Zoo; o Grand Concourse, com edifícios de estilo Art Deco; e o Camp Apache, que nos anos 70 era tido como um dos lugares mais perigosos do mundo. O County Courthouse, também conhecido como Mario Merola Building, foi onde se deu a maioria das gravações de “O Irlandês”, um prédio incrível, bacana de se visitar.

A ingenuidade infantil

“Jojo Rabbit” é o nome do filme que se passa na época do nazismo. Influenciado pela situação local, Jojo (Roman Griffin Davis) é uma criança nazista de 10 anos, que imagina ser amigo de Adolf Hitler (Taika Waititi). Um dia ele descobre que sua mãe está escondendo uma judia em casa. Aos poucos, o menino percebe o que tudo isso significa.

Embora o enredo fale da Alemanha, as locações foram feitas na República Tcheca, nas cidades de Praga (capital do país), Ustek e Zatek. Só em Praga são vários pontos turísticos de cair o queixo: Castelo de Praga, um belo complexo histórico com diversas igrejas; Torre da Pólvora, a entrada oficial para a Cidade Antiga; Karlova, uma rua repleta de lojas, galerias de arte, teatros, cafés e restaurantes; Praça Venceslau uma avenida comercial onde está localizado o famoso Museu Nacional; a Ponte Carlos (Charles Bridge), que faz a ligação entre o Castelo de Praga e a Cidade Velha; o Monastério de Strahov, um tesouro arquitetônico da cidade; o Senado tcheco, com jardins e lagos; a Petrin Hill, onde ficam o principais parques de Praga com uma torre inspirada na Torre Eiffel.

Aguarde a segunda parte deste incrível roteiro para completar a sua programação para as férias dos seus clientes! Continue ligado (a) no nosso blog!


Você também pode gostar: